Porto Velho/RO, 29 Novembro 2019 06:17:46

    Professor acadêmico de Ariquemes lança cordéis inspirados na época dos seringais

    O professor acadêmico Francisco Tarcísio Lisboa, de 49 anos, lançou na manhã de ontem dois folhetos em cordel com o nome de..

    A- A+

    Publicado: 04/12/2014 às 11h24min | Atualizado 27/04/2015 às 23h09min

    Professor Francisco Lisboa

    Professor Francisco Lisboa

    O professor acadêmico Francisco Tarcísio Lisboa, de 49 anos, lançou na manhã de ontem dois folhetos em cordel com o nome de “Ariquemes em verso”. Cada folheto conta uma história diferente sobre a época dos seringalistas. “A vida nos seringais” e “A mulher que se vestia de homem” são os dois exemplares lançados por Francisco na Biblioteca Municipal Pedro Tavares Batalha.

    De acordo com o professor, a ideia de escrever os cordéis surgiu de uma reunião realizada com outros professores das Faculdades Associadas de Ariquemes (FAAr) sobre o resgate da cultura regional. “Uma das formas que eu imaginei de contar um pouco da história ariquemense foi através do cordel, que é uma forma de literatura de fácil leitura, onde as histórias se tornam atrativas e eu, sendo paraibano, gosto muito”, explica Francisco.

    As histórias foram resgatadas de moradores antigos da cidade que contam esses causos, de acordo com Francisco. “Os seringais começaram a se tornar populosos em 1880 com a vinda dos nordestinos pra cá. Ariquemes é uma cidade muito rica culturalmente não só depois da colonização, e por isso eu decidi reunir duas dessas histórias para que a população daqui conheça um pouco mais”, diz o professor. Mil exemplares foram impressos e distribuídos nas bibliotecas e na FAAr.



    Deixe o seu comentário