Porto Velho/RO, 10 Dezembro 2019 21:35:15
    Plantão de Polícia

    Polícia detém homem que “desfilava” com arma na cintura

    O mesmo disse que havia cometido um homicídio, em outubro de 2017, e que estava sofrendo ameaças por parte dos familiares do seu..

    A-A+

    Publicado: 22/05/2019 às 15h04min

    O suspeito identificado como Marco A. O., de 25 anos, foi preso no Porto do Cai n’água, nas margens da beira do rio Madeira, área central de Porto Velho, portando uma arma de fogo calibre 380 municiada.

    A guarnição da força tática realizava patrulhamento no Porto quando foi informada que havia um homem portando uma arma de fogo e “desfilando” livremente perto das embarcações. Logo em seguida o homem foi identificado, e ao  avistar os militares tentou se esconder em uma das embarcações , porém foi interceptado e de imediato foi realizado a busca pessoal e encontrado a pistola calibre 380, com numeração raspada e municiada.

    Questionado sobre a posse da armar o mesmo disse que havia cometido um homicídio, em outubro de 2017, e que estava sofrendo ameaças por parte dos familiares do seu desafeto.

    Diante dos fatos foi dada voz de prisão ao suspeito e conduzido a central de flagrantes para registro de boletim de ocorrência, sendo indiciado por porte ilegal de arma de fogo.

    Foto: Alex Fontes

    O suspeito identificado como Marco A. O., de 25 anos, foi preso no Porto do Cai n’água, nas margens da beira do rio Madeira, área central de Porto Velho, portando uma arma de fogo calibre 380 municiada.

    A guarnição da força tática realizava patrulhamento no Porto quando foi informada que havia um homem portando uma arma de fogo e “desfilando” livremente perto das embarcações. Logo em seguida o homem foi identificado, e ao  avistar os militares tentou se esconder em uma das embarcações , porém foi interceptado e de imediato foi realizado a busca pessoal e encontrado a pistola calibre 380, com numeração raspada e municiada.

    Questionado sobre a posse da armar o mesmo disse que havia cometido um homicídio, em outubro de 2017, e que estava sofrendo ameaças por parte dos familiares do seu desafeto.

    Diante dos fatos foi dada voz de prisão ao suspeito e conduzido a central de flagrantes para registro de boletim de ocorrência, sendo indiciado por porte ilegal de arma de fogo.



    Deixe o seu comentário



    Mais sobre Plantão de Polícia