Rede TV! Rondônia Nas mídias socias agora é só curtir seguir e assitir!
#EuCurto RedetvRO
Cidades

Fiéis pedem posição da Diocese após destituição de padre

Um manifesto foi realizado na última semana pedindo a permanência do pároco, com choro e revolta. Padre deixa Ji-Paraná nesta terça (6)

Por Etiene Gonçalves
A- A+

Publicado: 05/03/2018 às 22h25min | Atualizado 07/03/2018 às 20h44min

Desde a última sexta-feira (2), os fiéis da Paróquia São Sebastião, que integra a Diocese de Ji-Paraná, estão revoltados com uma tomada de decisão do bispo diocesano, Dom Bruno Pedron. Na ocasião, o líder religioso destituiu o pároco, Pe. Wanderson Ferreira, de suas funções eclesiais após um ano de serviço à Deus na Igreja local. Um manifesto foi promovido na última semana pedindo a permanência do pároco, com muito choro e revolta.

Pe. Wanderson Ferreira deixa Paróquia após um ano de pastoreio. (Foto: PASCOM/P. S. Sebastião)

“Está visível em todos nós essa tristeza. Isso nos causou muita estranheza, não havendo nenhuma comunicação prévia e, se busca uma resposta para essa decisão, que até o momento nós a temos como arbitrária”, declara o coordenador paroquial das Santas Missões Populares, Antônio Marcos Gross dos Santos.

Segundo a liderança da Paróquia, houve diversas tentativas de obtenção de um posicionado da Diocese, através do bispo, porém, sem êxito. “Não tem nada em papel, em documento, oficial foi tudo verbalmente e, em momento algum a Diocese pronunciou o motivo”, diz Adelson Nunes, outra liderança da Igreja. Ainda segundo ele, o bispo [Dom Bruno], teria dito que o Pe. Wanderson deveria deixar suas funções ainda na sexta-feira (2).

“Mas, como o Padre não deve nada ele não aceitou e declarou ‘entrei pela porta da frente e vou sair pela porta da frente’, se comprometendo em rezar a Missa de Despedida, no domingo (4)”, conta Nunes.

DEMONSTRAÇÃO DE AFETO

Muitos fiéis choraram durante a missa de despedida, no último domingo, 4. (Foto: PASCOM/P. S. Sebastião)

Para demonstrar carinho e afeto, haverá nesta terça-feira (6), uma carreata com saída da Comunidade  São Sebastião, no Jardim dos Migrantes, as 12h, passagem pelas principais ruas da cidade, com pausa em frente a Cúria Diocesana, sede administrativa da Diocese de Ji-Paraná (Centro) e com destino final, o aeroporto, quando os fiéis darão o seu “até logo” ao então pároco.

Pelas redes sociais, muitas pessoas têm dado seus depoimentos e expressado a tristeza com essa partida. “Obrigado por tudo que nos mostrou, nos ensinou através de suas homilias. Seu gesto de se doar para o próximo, o seu exemplo, o seu jeito apaixonado de amar Jesus”, postou Itamara Rocil. Já Eurides da Silva Pinto diz “Não perdemos só um pregador da Palavra Cristã, mas uma pessoa amiga, simples. Com seu jeito conquistou o coração de uma comunidade inteira”.

INSTITUTO MISSIONÁRIO DESISTE

Com a destituição do pároco,  Pe. Wanderson Ferreira, o Instituto Missionário Coração Imaculado de Maria, no qual fazia parte, também renunciou a sua permanência. Entre as várias ações lideradas pelo líder religioso, está a Pastoral dos Coroinhas, que o ‘rebanho’ se multiplicou de dois para mais de 100 integrantes. Fiéis também destacam a aproximação com o seu rebanho, sobretudo, das Comunidades Eclesiais de Base da zona rural.

A Diocese de Ji-Paraná ainda não se pronunciou oficialmente sobre o impasse que há na Igreja por causa desta decisão.

ASSISTA A REPORTAGEM DO MANIFESTO NOTURNO 


Escreva um comentário