Rede TV! Rondônia Nas mídias socias agora é só curtir seguir e assitir!
#EuCurto RedetvRO

Marcelo Freire

opinião

Publicado: 23/04/2017 às 14h25min | Atualizado 27/04/2017 às 14h30min

A- A+

A delação premiada de ex-ministro Palocci

Com certeza, vem chumbo groso na próxima semana e no Palácio do Planalto o clima é de total incerteza.

O ex-ministro da Fazenda, Antônio Palocci, surpreendeu essa semana os companheiros de seu partido, o PT, ao se colocar à disposição do juiz Sérgio Moro e revelar os nomes, endereços e acordos no pagamento de propina efetuado pela empresa Odebrecht. Com certeza, vem chumbo groso na próxima semana e no Palácio do Planalto o clima é de total incerteza.

Talvez esse fosse o principal temor do ministro do Supremo Tribunal de Federal (STF), Teori Zavascki, ao confessar para o seu filho, no ano passado, o receio pelo destino do Brasil após o desdobramento das delações premiadas colhidas pela Justiça em 2016. O leitor ainda não tem ideia do que pode acontecer nos próximos dias.

O ex-ministro Palocci foi interrogado em ação penal sobre lavagem de dinheiro e corrupção ativa e passiva relacionados à obtenção, pela empreiteira Odebrecht, de contratos de afretamento de sondas com a Petrobras.

Segundo a denúncia em poder do Ministério Público Federal, entre 2006 e 2015, Palocci estabeleceu com altos executivos da Odebrecht “um amplo e permanente esquema de corrupção” destinado a assegurar o atendimento aos interesses do grupo empresarial na alta cúpula do governo federal.

Ao que parece, a cadeia, de fato, está cumprindo o seu papel. O cumprimento da pena tem como princípio básico o arrependimento. Palocci, ao prestar depoimento na última quinta-feira, elogiou a operação Lava Jato, a maior operação já ocorrida de combate à corrupção realizada nos últimos anos no Brasil. Disse estar disposto a colaborar com a Justiça.

É bem provável que essa operação desperte o interesse dos americanos na produção de um filme sobre a corrupção no Brasil. A operação Lava Jato avançou bastante nos últimos anos e conseguiu amenizar a corrupção no País, mas o fato é que ainda haverá novos capítulos da série nos próximos dias e nesse momento não é possível saber quem será o principal protagonista.

O MPF tem um papel importante no combate à corrupção e hoje, graças a esse trabalho da força tarefa, já é possível visualizar uma pequena luz no final do túnel. Com a deflagração da operação Lava Jato será possível começar a sonhar com o Brasil melhor para as futuras gerações. Será um caminho bem longo a ser percorrido, mas a população não pode desanimar.


Escreva um comentário

Arquivos de opiniões