Rede TV! Rondônia Nas mídias socias agora é só curtir seguir e assitir!
#EuCurto RedetvRO
Cidades

Agressores de mulheres não poderão ocupar cargos em RO

O governo de Rondônia irá proibir a contratação de servidor público com histórico de agressão as mulheres.

Por REDE TV
A- A+

Publicado: 05/07/2019 às 10h33min

Se preferir, ouça a versão em áudio
0:00/ 0:00

O governo de Rondônia estuda pegar carona no projeto de lei do município de porto velho e proibir a contratação de servidores públicos, homens com histórico de agressão as mulheres.

A publicação de dados das ocorrências denunciando as agressões de homens às mulheres pela delegacia da mulher, além de alertar tem contribuído para localizar o paradeiro dos criminosos.

Os agressores estão onde menos se espera. Circulam por todos os lugares e passam despercebidos. mas é quando a porta de casa se fecha que eles mostram a sua verdadeira face.

Em março desde ano, após ser esfaqueada no braço pelo ex-companheiro é que está vítima resolveu dar um basta no relacionamento de 7 anos, isso após as agressões atingirem os familiares dela.

Na delegacia da mulher em porto velho, a jovem que tem 20 anos está pela segunda vez, ela busca uma medida mais enérgica pela justiça, só não sabe se resistirá até lá.

Os boletins de ocorrências feitos nos departamentos policiais e na delegacia da mulher de porto velho revelam, além dos crimes praticados, o perfil e o curriculum de cada um dos agressores. o mais impressionante, é quem deveria proteger a sociedade figura na lista de criminosos. Em Rondônia, o governo, alerta e investiga denuncias, inclusive praticadas por integrantes das corporações policiais. Caso seja constatado o envolvimento de um militar na lei Maria da penha, o agressor será enquadrado civilmente, além de responder os processos internos da corporação.

As pessoas ameaçadas, segundo o superintendente da Segep devem denunciar o quanto antes para que as investigações sejam iniciadas e os processos administrativos instaurados.

CONFIRA A REPORTAGEM NA INTEGRA:


Escreva um comentário