porto velho - ro, 17 Setembro 2019 12:55:04

    A movimentação nos portos bate mais um novo recorde

    A movimentação de cargas chegou a 6,2 milhões de toneladas , um incremento de mais de 2 milhões em relação a 2015.

    A- A+

    Publicado: 18/02/2017 às 07h00min | Atualizado 18/02/2017 às 09h23min

    A intensa seca histórica ocorrida ano passado no rio Madeira, em Porto Velho, não teve reflexo na movimentação portuária de Porto Velho. É o que revela o relatório anual 2016 da Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq) divulgado na última quarta-feira (15) na sede da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiespe), na capital paulista.

    A movimentação de cargas chegou a 6,2 milhões de toneladas , um incremento de mais de 2 milhões em relação a 2015. Esse avanço demonstra a importância de se investir na hidrovia do rio Madeira, por onde passa toda produção de Rondônia e parte da produção do Mato Grosso rumo ao mercado internacional. O movimento intenso de mercadorias transportada pelo rio no ano passado contesta os números apresentados pela prefeitura de Porto Velho, sobre a influência da seca na perda de mais de R$ 50 milhões na receita municipal.

    Por outro lado, esse crescimento de mais de 20% no transporte de cargas nos portos de Rondônia representa um aumento do número de carretas transitando pela BR-364, rodovia federal que liga Mato Grosso aos estados de Rondônia e Acre e sul do Amazonas. Singnifica dizer que mais motoristas circularam pelas péssimas condições da BR-364, consumiram mais alimentos e tiveram maior consumo com combustível e alimentação dentro do estado de Rondônia.

    De olho nesse impulso econômico, empresas multinacionais estão ampliando as instalações em Rondônia e se preparam para receber um número maior de alimentos escoados pela hidrovia do rio Madeira neste ano. Na mensagem encaminhada esta semana à Assembleia Legislativa, o governador Confúcio Moura (PMDB) destacou as projeções de crescimento para 2017 na produção de arroz e soja, cujo crescimento deverá ser superior a 22% em relação ao ano passado.

    O governo de Rondônia está fazendo sua parte e vem apoiando o pequeno produtor rural. O apoio na organização da Rondônia Rural Show, a maior feira de tecnologia da região Norte, está sendo importante para pavimentar um novo caminho percorrido pela economia agrícola no Estado. O casamento do governo Estadual com a iniciativa privada tem sido importante nesse cenário econômico. Já passou do momento do Ministério dos Transportes  estabelecer um plano de ação para recuperar com urgência a BR-364. O estado de Rondônia tem grande importância no corredor logístico e o Governo Federal precisa se



    Escreva um comentário