28/09/2016 - 09:30:40 - Porto Velho - RO
min --º max --º
Carregando...

No facebook

Agora é só curtir!

No twitter

Siga-nos!

No YouTube

Assista nossos videos!

Enchente: São Carlos recebe força-tarefa

O vice-prefeito de Porto Velho, Dalton di Franco, coordenou, com secretários municipais, uma força-tarefa no distrito de São Carlos, à..

A- A+

Publicado: 26/02/2014 às 13h55min | Atualizado 27/04/2015 às 01h08min

Hewlett-PackardO vice-prefeito de Porto Velho, Dalton di Franco, coordenou, com secretários municipais, uma força-tarefa no distrito de São Carlos, à margem esquerda do rio Madeira, uma das localidades mais afetadas pela enchente, com muitas famílias desabrigadas e comércios fechados. Pelo menos duas igrejas, além da escola municipal e o ginásio servem de abrigo para as famílias que tiveram que ser retiradas de suas casas, abandonando os pertences, assim como animais e plantações.

Pelo menos quatro barcos, além de voadeiras da Semed e da Semusa, e voluntários, reforçam o trabalho das equipes que socorrerem as famílias. Dezenas de galões de água mineral, hipoclorito de sódio para tratamento da água, cestas básicas, além de roupas, foram distribuídos.
Na segunda-feira, por determinação do prefeito Mauro Nazif, algumas famílias foram trazidas para Porto Velho.

Dalton di Franco também esteve em Nazaré, constatando a possibilidade de remover parte dos desabrigados de São Carlos para aquele distrito. “Temos uma escola em Nazaré, que pode receber muitas famílias nessa hora de emergência”, disse.

Moram em São Carlos pelo menos 500 famílias. A metade pode estar sem suas casas. Dalton di Franco e o secretário municipal de Administração, Mario Medeiros, também se reuniram com lideranças da comunidade, tranquilizando a todos. Segundo ele, a prefeitura está fazendo todo esforço para abrigar a todos. “Não podemos ficar indiferentes. O prefeito Mauro Nazif garantiu todo o apoio às famílias que passam por dificuldades nesse momento”, afirmou.
O vice-prefeito pernoitou em São Carlos, aguardando a chegada de apoio, como combustível para as voadeiras, alimentos, agasalhos, água e hipoclorito de sódio, além da chegada de mais bombeiros para ajudar no socorro às famílias. (AI)

Visita a conceição do galera, margem direita do rio

O vice-prefeito aproveitou sua ida ao Baixo-Madeira para visitar também a localidade de Conceição do Galera, na margem direita do rio Madeira, acompanhado do secretário Mário Medeiros. O prefeito determinou aos dois que dessem atenção especial às vítimas.

Pelo menos 130 famílias foram atingidas. A comunidade foi abrigada numa parte alta, onde moram outras 80 famílias. Os desabrigados foram colocados em duas escolas, sendo uma do Estado e a outra do município. O vice-prefeito e o titular da Semad também constataram o poder de mobilização da comunidade. “Todos se ajudaram”, afirmou Dalton, que esteve nos locais de abrigo orientando as pessoas a determinados cuidados.

A Semusa foi encarregada de fazer o tratamento da água para a comunidade consumir. Apesar dos vários problemas, não houve feridos.

O apoio que a sociedade tem dado aos desabrigados também foi destacado por Dalton di Franco, lembrando que tem recebido de todas as partes doações em cestas básicas, água, agasalho, entre outros produtos úteis. “A solidariedade não tem religião, nem cor. Tem irmãos”, frisou o vice-prefeito. (AI)


Escreva um comentário


Mais sobre