Rede TV! Rondônia Nas mídias socias agora é só curtir seguir e assitir!
#EuCurto RedetvRO
Polícia

Circulação de cédulas falsas deixa Vale do Jamari em alerta

Sicoob Vale do Jamari, em Buritis, já recebeu três tentativas desse golpe neste mês

Por Assessoria
A- A+

Publicado: 12/12/2016 às 10h18min | Atualizado 14/12/2016 às 15h47min

A orientação segue para a população em geral. A Sicoob Vale do Jamari alerta em especial aos comerciantes não só da região, mas de todo estado de Rondônia, que devido a aproximação das festas de fim de ano, o acúmulo de pessoas no comércio em busca de presentes e serviços aumenta e o momento é esperado pelos golpistas, para aplicar o golpe das cédulas falsas e espalhar um grande prejuízo no comércio.

O procedimento padrão da Cooperativa é reter a cédula suspeita e enviar ao Banco Central. (Foto: Ilustrativa)

Redobrar o cuidado na conferência da veracidade da nota é extremamente importante. Existem pontos de diferença que facilitam a identificação de uma cédula que não é verdadeira. Conferir a marca d’água e também de relevos existentes nas notas oficiais podem ajudar na identificação imediata.

A Sicoob Vale do Jamari em Buritis, que atende por dia cerca de 800 pessoas, já recebeu três tentativas desse golpe só na primeira semana de dezembro de 2016. Porém, a atenção não pode ser limitada apenas nesse período do ano. A agência do Ponto de Atendimento 08 da Sicoob Vale do Jamari em Ariquemes, durante o mês de setembro de 2016, recolheu o total de R$ 690 em cédulas falsificadas de diversos valores.

O procedimento padrão da Cooperativa é reter a cédula suspeita. Retida, a nota é encaminhada ao Banco Central para análise. Se houver a confirmação de que é falsa, a pessoa perde o valor. Se for confirmado apenas que a cédula é mal cuidada, o crédito é devolvido. O prejuízo é único e exclusivo de quem solta a nota no comércio.

CRIME

A falsificação é crime previsto pelo Artigo 289 do Código Penal, com pena prevista de três a 12 anos de prisão. Quem tentar colocar uma cédula falsa em circulação depois de tomar conhecimento de sua falsidade, mesmo que a tenha recebido de boa fé, pode ser condenado a uma pena de 6 meses a dois anos de detenção.

Qualquer ação suspeita deve ser comunicada imediatamente à Polícia Militar através do 190. A ligação é gratuita.


Escreva um comentário